1926 MONTBLANC HERITAGE The Party

O evento que apresentou a nova linha 1926 Montblanc Heritage, teve lugar nos exuberantes, Jardins de Torrigiani, no coração de Florença numa aventura de safari elegante para o lançamento da 1926 Montblanc Heritage, uma coleção de peças de couro que expressam a elegância vintage das viagens de safari com a sua pátina envelhecida.

Porque estes companheiros de vida são criados para viajantes com estilo sempre em busca de descobertas inesperadas e experiências únicas, os convidados foram desafiados  a experimentar a sofisticação da 1926 Montblanc Heritage Collection num ambiente que evocou a exploração de terras e culturas distantes e capturou a sofisticação clássica das viagens de aventura.

Apenas por uma noite, os jardins de Torrigiani, o maior jardim de propriedade privada da Europa situado dentro das fronteiras da cidade, foram abertos especialmente para a introdução da nova coleção. Conhecida pela  sua extraordinária riqueza de espécies de árvores e plantas de todas as partes do globo, o jardim histórico foi o cenário ideal para o lançamento de uma coleção inspirada na maravilhosa experiência das viagens mundiais.

O embaixador da marca Montblanc, Hugh Jackman, foi acompanhado por convidados, incluindo a modelo Lottie Moss, influenciadores e modelos Marlon Teixeira e Ben Dahlhaus, a atriz Alice Taglioni o ator Luca Argentero e pelo stlylist português Pedro Crispim. Todos juntos num ambiente completamente mágico e luxuoso que lembrava um campo criado em “A savana.”

Esta semana vou colocar online, a entrevista realizada ao mais recente CEO Internacional da Maison Montblanc

Sobre a Montblanc :

O começo do novo século “moderno” produziu um efeito estimulante em inventores e artesãos. A engenhosidade e a imaginação ajudaram a caneta-tinteiro a realizar sua revolução técnica e comercial como instrumento de escrita. Foram um banqueiro de Hamburgo, Alfred Nehemias, e um engenheiro de Berlim, August Eberstein, que, juntos reconheceram os sinais do tempo e decidiram produzir canetas simplicissimus. Depois de um curto período de tempo, Wilhelm Dziambor, Christian Lausen e posteriormente Claus Johannes Voss assumiram o negócio e estabeleceram as bases da empresa que viria a se tornar um sucesso internacional, Montblanc.

A Montblanc começou sua história em 1908, fazendo essa confiante afirmação sobre si mesma. Inicialmente, os sócios adotaram o nome “Simplo Filler Pen Co.”. “Simplo” referia-se tanto à ideia da caneta simplicissimus quanto à palavra “simples”, que descrevia o novo design da caneta, incluindo um tinteiro “incorporado”. Depois que o empresário de Hamburgo Claus Johannes Voss entrou para a empresa, a “Simplo Filler Pen Co.” se estabeleceu em sua sede localizada na “Industriepalast” em Caffamacherreihe, em Hamburgo, e recebeu seu registro comercial.

Surgiu no mercado a caneta-tinteiro “Rouge et Noir” com segurança contra vazamentos, isto em 1909. O nome “Montblanc” apareceu. Dizem que isso ocorreu durante um jogo de cartas em que um parente de um dos sócios elaborou uma inspirada analogia com a caneta, que havia se tornado o ápice dos instrumentos de escrita, e o Mont Blanc, o mais majestoso e mais alto pico dos Alpes.

O nome “Montblanc” foi registrado em 1910 como marca registrada e dali em diante usado para todos os instrumentos de escrita produzidos pela empresa. Além disso, foi criada a caneta-tinteiro tecnicamente aprimorada “Montblanc”. A ponta branca na tampa da caneta foi a precursora do que se tornaria a mundialmente famosa estrela branca. Paris e Londres abrigaram os primeiros representantes da Simplo no Exterior.

O emblema da estrela da Montblanc tornou-se decorria o ano de 1913  o logotipo e a marca registrada da marca. Todos os instrumentos de escrita produzidos pela “Simplo Filler Pen Co.” desde então incluiriam a inconfundível estrela arredondada. O formato representaria o pico coberto de neve do Mont Blanc — a mais alta montanha europeia, simbolizando o comprometimento da marca com a mais alta qualidade e a melhor técnica artesanal europeia.

1924 Foi o ano do lançamento da lendária “Meisterstück” e o começo de sua carreira de sucesso como o mais celebrado instrumento de escrita de todos os tempos. A caneta-tinteiro “Meisterstück 149” logo se tornou o símbolo máximo da cultura da escrita e o ícone de estilo para o design atemporal perfeito.

No final dos anos 1920, a Montblanc logo se expandiu com um nome bem conhecido em mais de 60 países diferentes. Campanhas publicitárias impressionantes, como, por exemplo, usando carros em forma de caneta-tinteiro gigante, assim como os primeiros aviões publicitários levando o nome da Montblanc para a “terceira dimensão” atraíram muita atenção. A Montblanc também estabeleceu sua primeira oficina de produtos em couro produzindo pequenos itens de luxo próximo a Offenbach, cidade conhecida pela técnica artesanal em couro.

Pela primeira vez, o coração da Montblanc “Meisterstück” — sua pena — vinha gravado com o número “4810”. O número representa a altura da montanha Mont Blanc em metros e representa um sinal de suprema qualidade. Daí em diante, o número “4810” encontraria seu lugar em todas as penas “Meisterstück”.

Em 1934 a empresa recebeu oficialmente o nome que já havia se tornado uma marca em todo o mundo: “Montblanc Simplo GmbH”.

Ao emitir uma “garantia vitalícia” para a “Meisterstück” em 1935, a Montblanc demonstrava que sempre compensava ao cliente optar pelo melhor. A Montblanc expandiu sua linha de produtos ao adquirir uma fábrica de produtos em couro em Offenbach, na Alemanha. Produtos em couro de alta qualidade, como estojos para canetas, agendas e capas de blocos de anotações passaram a ser produzidos sob o nome Montblanc a partir de então.

As instalações da Montblanc destruídas durante a Segunda Guerra Mundial foram rapidamente reconstruídas. Durante esse período, as canetas-tinteiros Montblanc foram produzidas na Dinamarca, e escritórios de representação haviam começado a se restabelecer no Exterior.

A lendária “Meisterstück 149” foi lançada e começou sua carreira bem sucedida como o mais celebrado instrumento de escrita de todos os tempos. A caneta-tinteiro “Meisterstück 149” logo se tornou o símbolo máximo da cultura da escrita e um ícone de estilo com um design atemporal perfeito.

A Montblanc lançou a “Linha 60”, representando um novo estilo de design e desenvolvendo o primeiro grande sucesso no período pós-guerra, junto com a tradicional série “Meisterstück”.

“Posso ajudá-lo, Sr. Adenauer?” — John F. Kennedy ajudou o chanceler alemão Konrad Adenauer ao oferecer a ele o uso de sua caneta-tinteiro “Meisterstück 149”.

A famosa afirmação “Montblanc — A arte da escrita” foi lançada e se tornou modelo para muitas marcas na área do luxo. A caneta-tinteiro — um instrumento de escrita ideal — começou a experimentar um renascimento nos anos 1980. Surgiu a “Coleção Meisterstück Solitaire”, a versão em metal precioso da Meisterstück. Diversas iniciativas de patrocínio internacional nas áreas de literatura, balé e música marcaram o começo do comprometimento mundial da Montblanc com a arte e a cultura.

Montblanc abriu sua primeira boutique em Hong Kong. Depois de desenvolvimentos iniciais na Ásia, as primeiras lojas na Europa abriram em Paris e Londres, marcando o início da expansão da rede internacional de boutiques Montblanc, que hoje consiste em mais de 350 boutiques em mais de 70 países.

A Montblanc criou o Prêmio Montblanc de la Culture Arts Patronage para homenagear patronos das artes de destaque. A primeira caneta Patron of Art Edição Limitada “Lorenzo di Medici” e a Limited Writers Edition “Hemingway” foram lançadas — a primeira das edições anuais que são cobiçadas por colecionadores do mundo todo. Houve uma expansão da gama Meisterstück, apresentando a linha de produtos “New Dimensions” — incluindo pequenos produtos de luxo em couro, papel feito à mão e acessórios de mesa.

A Dunhill Holding Company, que comprou uma grande parte da Montblanc nos anos 1980, foi adquirida pelo Vendôme Luxury Group S.A. em Luxemburgo, combinado todas as empresas de produtos de luxo. Mais tarde, ele se tornaria o Grupo Richemont, o segundo maior grupo de luxo do Mundo, incluindo as empresas Cartier, Van Cleef & Arpels, Vacheron Constantin, Jaeger-LeCoultre e IWC, entre outras.

A Meisterstück Solitaire Royal, cuidadosamente engastada à mão com 4.810 diamantes, torna-se a caneta-tinteiro mais cara do Mundo.

A Montblanc ingressou com sucesso na área de joalheria masculina com a “Coleção Meisterstück” , acessórios preciosos para homens, completando a linha de instrumentos de escrita “Meisterstück”.

Em 1997 a Montblanc Montre S.A. se estabeleceu em Le Locle — o coração da indústria de relógios suíça — para manter a filosofia da marca de técnica artesanal magistral e satisfazer as expectativas de alta qualidade depositadas sobre os relógios Meisterstück. A Montblanc atraiu muita atenção e reconhecimento entre os principais joalheiros internacionais ao participar do Salon International de Haute Horlogerie (SIHH), a principal feira de relógios em Genebra, e apresentou pela primeira vez o magistralmente manufaturado relógio Meisterstück. Além disso, o terceiro tamanho de instrumentos de escrita — o mini “Meisterstück Hommage à Wolfgang Amadeus Mozart” tamanho de bolso — foi apresentado ao mercado.

A “Bohéme” — a primeira grande nova coleção de instrumentos de escrita da Montblanc desde a “Meisterstück” — foi lançada, dedicada ao desfrute apaixonado do melhor da vida. A coleção de relógios “Meisterstück Sports” ganhou vida plena e ativa com o lançamento de sete relógios preciosos, robustos e absolutamente funcionais. O conceito de “Caneta Doação” teve continuidade com a “Yehudi Menuhin” — a nova caneta doação em cooperação com a Filarmônica das Nações.

Fundação da Coleção “Montblanc Cutting Edge Art”, composta por trabalhos de renomados artistas contemporâneos que foram instados a interpretar individual e artisticamente o mundialmente famoso emblema Montblanc e exibida nos prédios da administração e da produção na sede da Montblanc em Hamburgo, na manufatura de couro em Florença e nas manufaturas de relógios tanto em Le Locle quanto em Villeret.

Montblanc apresentou “StarWalker” — a nova geração de instrumentos de escrita para entusiastas mais jovens apaixonados por design purista e estético.

de analfabetismo e enfatizar a importância da palavra escrita, a Montblanc, em cooperação com a UNICEF, pediu que 149 celebridades, como Mikhail Gorbatchev, Bianca Jagger, Nadja Auermann e Luciano Pavarotti, escrevessem uma declaração pessoal começando com “Eu gosto de escrever porque…” com uma caneta-tinteiro “Montblanc Meisterstück 149”. As declarações, bem como as canetas-tinteiros com as assinaturas das celebridades gravadas, foram então leiloadas com todos os lucros indo diretamente para o UNICEF.

Para celebrar o 100º aniversário da empresa, a Montblanc lançou exclusivas edições de aniversário ao longo do ano, apresentando o diamante Montblanc. Depois de oito anos de pesquisa e desenvolvimento para alcançar o máximo de brilho, a Montblanc foi a primeira marca mundial a possuir sua própria lapidação de diamante patenteada a partir de seu logotipo.

A expertise relojoeira da Montblanc é ainda mais destacada pela criação do Institut Minerva de Recherche en Haute Horlogerie em Villeret, na Suíça, perpetuando a rica tradição da Minerva, pequena manufatura famosa por seus excepcionais movimentos feitos à mão fundada em 1858.

No Salon International de la Haute Horlogerie em Genebra, a Montblanc apresenta o calibre MB R100, o primeiro movimento inteiramente manufaturado em suas próprias oficinas. Integrando o novo movimento, o Cronógrafo Nicolas Rieussec Monopusher presta uma homenagem ao inventor do cronógrafo, Nicolas Rieussec.

Em 2009, a Montblanc reforçou seu comprometimento com a UNICEF com o lançamento de sua iniciativa global “Signature for Good”. Nesse sentido, a Montblanc desenvolveu uma coleção exclusiva de instrumentos de escrita, joias e acessórios para ajudar a angariar fundos para apoiar a UNICEF no trabalho de fornecer educação de qualidade a todas as crianças. Para cada peça da coleção Signature for Good vendida nos EUA entre 1º de junho de 2009 e 31 de maio de 2010, a Montblanc doou 10% do preço de varejo para apoiar programas de educação da UNICEF, garantindo um mínimo de US $1,5 milhões em todo o mundo para este e outros programas.

Em 2010, a Montblanc estabeleceu novos padrões em relojoaria ao apresentar o Metamorphosis — o primeiro desenvolvimento da Montblanc Villeret, fundada pela Montblanc como dedicação para manter a tradicional relojoaria suíça. Pelos design e funções revolucionários, o relógio Metamorphosis se transforma de um relógio em outro de uma forma que nenhum outro relógio jamais fez. É um processo extremamente complexo com mecanismos novos e inovadores envolvendo 50 componentes individuais que se movem tecnicamente de forma simultânea.

O Tourbillon Bi-Cylindrique, com seu calibre MB65.63, torna-se o primeiro relógio de pulso do mundo a apresentar um turbilhão com molas de balanço cilíndricas duplas, obtidas com a miniaturização e o transplante do escapamento de batida precisa com uma mola espiral cilíndrica para dentro de um turbilhão.

A Montblanc celebra 20 anos do Prêmio Montblanc de la Culture Arts Patronage e promove o lançamento mundial da maior boutique Montblanc em Sanlitun, Pequim – com 1.800 m2, essa inovadora loja-conceito interativa de quatro andares permite que os visitantes experimentem o mundo da Montblanc. A Montblanc estabeleceu sua Pelletteria em Florença, o centro histórico da técnica artesanal do couro na Itália.

A Montblanc apresenta uma prévia de seu relógio mais complicado até então em sua coleção Villeret 1858, o ExoTourbillon Rattrapante, combinando um cronógrafo de fração de segundo e o ExoTourbillon de quatro minutos patenteado da Montblanc. A Montblanc dá continuidade ao apoio aos programas educacionais da UNICEF, focando nas crianças mais vulneráveis através das iniciativas Escolas para a África e Ásia e de programas na América Latina. A Montblanc constrói sobre o sucesso da primeira iniciativa “”Signature for Good””, lançada em 2009, e arrecadou pelo menos US$ 1,5 milhões em 2013. A iniciativa superou a meta arrecadando mais de US$ 5 milhões. O projeto Poder das Palavras é lançado em associação com a Fundação Nelson Mandela e o Instituto de Cinema de Tribeca em abril de 2013. Em parceria com a Times Square Alliance, um curta-metragem apresentando as palavras de Mandela e dirigido por Nabil Elderkin é projetado todas as noites na icônica Times Square em Nova York, pouco antes da meia-noite.

A Montblanc comemora o 90º aniversário da icônica Meisterstück com uma coleção em edição especial de instrumentos de escrita com design exclusivo e uma coleção de relógios Meisterstück Heritage. A Montblanc Extreme — coleção de produtos em couro usando um inovador couro de alta performance para atingir um novo padrão em durabilidade e desempenho — é lançada em Florença. A Montblanc abraça o mundo digital com a criação do e-StarWalker e do Pix, dois dispositivos personalizados prontos para mobilidade de escrita digital para serem usados com o Galaxy Note da Samsung. O premiado ator Hugh Jackman se torna embaixador da marca Montblanc, estrelando a campanha publicitária da Maison. Ele recebe a companhia de dois embaixadores da marca na China, a atriz taiwanesa Gwai Lun Mei e o bicampeão olímpico de Badminton Lin Dan.

A Montblanc anuncia Charlotte Casiraghi, campeã de equitação, escritora e produtora como embaixadora global da marca durante o Salon International de la Haute Horlogerie. A Montblanc apresenta a TimeWalker Urban Speed e-Strap, combinando um relógio TimeWalker com uma e-Strap altamente funcional com um dispositivo tecnológico integrado que oferece um rastreador de atividades, notificações inteligentes, controles remotos e funções Encontre-me.

 

Comments

comments