When you go on heels…

SYRO

Numa realidade onde cada vez fica mais ténue a fronteira entre os géneros, e numa industria que comunica aquilo que o Mundo diz, quer, precisa e exige, a algumas das marcas já possuem linhas Gender Free, e no Universo da alta costura muitas são as casas centenárias, que colocam transexuais nos seus desfiles e campanhas publicitarias. Caminhamos então para uma realidade onde as ideias pré-concebidas estão a ficar cada vez mais diluidas no passado, e isto, apesar do muito que ainda necessita acontecer…

Um dia a meio de um evento de uma marca de luxo em paris, disseram-me, com um olhar cúmplice, “uma vez que subas aos saltos, nunca mais iras conseguir descer deles!” Esta observação, foi-me feita por um dos homens mais sofisticados e com mais estilo que conheci até hoje, e com os quais já tive o prazer de me cruzar, uma figura esguia, que sublinha a sua silhueta com tons escuros e peças Slim Fit, os tons mais escuros e fechados, dão espaço ás texturas, tecidos ricos como o veludo ou a seda, e elegantes acessórios, que se tornam as peças de destaque no outfit, estilo esse que remete de imediato aos exuberantes e bohemios anos 70 ( dos quais sou fã, quer a nível musical como moda ).

Mas para mim o calçado sempre foi uma paixão ( lancei um modelo assinado por mim com a marca Portuguesa Eureka ) e o inicio desta conversa teve como motor uns botins de tacão alto que o mesmo usava, da Saint Laurent ( Maison essa com a qual me identifico tanto ).

De olhar misterioso e enigmático, e uma energia que transmite uma tranquilidade imediata, e confortável, Zaim representa para mim um cavalheiro dos dias de hoje. Depois de o conhecer e de me ter identificado de imediato com o seu estilo, e com as tais botas de tacão alto, que deram origem á conversa (botas essas que me faz sempre lembrar “o nosso” Filipe Faísca ), comecei a investir mais em botas e botins, iniciei a minha pesquisa pelos botins perfeitos, mas…infelizmente, os valores eram todos bastante elevados, indo dos 700 BALMAN aos 900 YSL.

Passado uns meses desta viagem a Paris onde conheci este homem, de nome Zaim Kamal, já em Lisboa, o Filipe Faísca ofereceu-me uns botins pretos mais pontiagudos, e já com um tacão considerável. fiquei felicíssimo, parecia uma criança…Fiquei fã, não os consigo praticamente descalçar desde esse dia.

Sinto que o meu caminhar fica diferente, mais decidido, o meu corpo ganha outra postura e a minha atitude e energia ficam ( curiosamente ) mais fortes.

Deve ser este feeling, a que chamam ” O poder dos saltos altos”.No seguimento da minha pesquisa, esta semana que passou, um amigo enviou-me o link do site de uma marca Americana, a SYRO que comercializa calçado com saltos mais altos do que aqueles que encontramos na maioria das lojas, e a um preço mais acessível ( comparativamente com as marcas que referi acima ).

Resumidamente, sejam vocês, divirtam-se com a vossa imagem, e sejam livres para comunicar através da moda quem vocês são!

 

 

Comments

comments